sábado, 8 de março de 2008

As dores de uma sociedade em mudança...

Num artigo de Março de 2008 da fantástica revista Courrier Internacional (que desde Janeiro de 2008 passou a ser mensal e no formato de revista) intitulado "por que razão o 'big brother' é mau colega de trabalho" apresenta-se um estudo realizado pela LSE para o Conselho de Investigação Económica e Social do Governo Britânico que indica que 52% dos assalariados britânicos estão sujeitos a vigilância informática e tenta analisar as consequência disso.

Num outro artigo, desta feita na edição de Fevereiro de 2008 intitulado "ganhar menos para viver melhor" referindo-se a uma tendência que está a fazer muitos adeptos na Austrália e Nova Zelândia da designada downshifters (simplicidade voluntária) que apresenta um modo de vida que recusa o consumo, menos poluente e que tem uma componente sobre o trabalho, com menos stress e até menos tempo de trabalho, não se importando de ganhar menos para ter mais qualidade de vida.

Para além de fazer justiça ao Courrier, não posso deixar de olhar para estes dois exemplos como sinais de uma sociedade que se transforma a medida que se torna cada vez mais digitalizada. Nós ainda não começamos a perceber as consequências, mas é momento de começarmos a darmos atenção.

Uma outra observação (um corolário da anterior) é a mudança do trabalho e dos trabalhadores.

Novos valores parecem estar a emergir!

Sem comentários: