quinta-feira, 22 de novembro de 2007

KPI - Percentagem das pessoas que teve de lidar com um empreiteiro do sector da construção civil e que tem razões de queixa

Na passada 2a feira (19.Nov), no programa 'antena aberta' (antena 1 - ), o Coordenador da Missão para os Cuidados de Saúde Primários (MCSP) indicava 3 razões e acrescentado "as que sempre correm mal em Portugal", para explicar o porque de estarem a funcionar aprox. 75 USF e terem entrado aprox. 200 candidaturas:
- Obras
- Informática
- Pessoas (mobilidade)

Fiquei a reflectir sobre estas palavras...

O primeiro impulso foi perguntar se já se sabe que estas correm sempre mal em Portugal, o que foi feito para evitar que, desta vez não corresse mal ?

Um segundo foi sorrir... afinal a "informática" esta a ganhar importância e já aperece na lista dos problemas a par das "obras"! Quererá isto dizer que vamos passar a ter os gestores portugueses a fazer os projectos de tecnologias de informação como deve ser: Arquitectura/ Projecto, Engenharia/ Projecto, Gestão de Projecto, Engenharia/ Implementação, Engenharia/ Manutenção ?

Por último, ter entendido que há sectores (e.g. "obras") que são um espelho das dificuldade do país e sobre os quais podem ser definidos KPI de desenvolvimento: (i) reflectem a falta de educação, formação, instrução e treino dos trabalhadores; (ii) a falta de processos, metodologias e tecnologias das empresas; (iii) a dificiente e ultrapassada cultura de gestão, com pessoas sem preparação para serem empresários e gestores e que ainda não compreenderam que são os clientes satisfeitos que colocam o pão na mesa!

Neste contexto, um KPI poderia ser "Percentagem das pessoas que teve de lidar com um empreiteiro do sector da construção civil e que tem razões de queixa". Se a percentagem for muito alta (próxima de 100%) então temos uma país com fraco índice de desenvolvimento; se for muito baixa (próxima de 0%), o país apresenta um elevado índice de desenvolvimento.

Sendo fraco para amostragem, pela minha parte não conheço ninguém que não tenha razões de queixa e uma boa percentagem até colocou processos em tribunal. E você, conhece ?

KPI - http://en.wikipedia.org/wiki/Key_performance_indicators
Antena 1 - http://antena1.rtp.pt/
MCSP - http://www.mcsp.min-saude.pt/mcsp

1 comentário:

Pipas disse...

Marco:

Os médicos não aderiram às USF porque não sabem trabalhar por objectivos. Assim de simples, infelizmente...