sábado, 11 de outubro de 2008

Medo, fome, insegurança, ...

A 6 de Abril do corrente manifestava a minha preocupação sobre mudanças que vinham a acontecer nos preços que afectam a parte da sociedade com menos meios e condições. Os últimos 6 meses vieram mostrar as razões da preocupação.

Com o mesmo dinheiro (menos, dada a inflação), com a forte subida dos bens essenciais emerge a fome. O desemprego no horizonte e as notícias da crise financeira geram o medo. Fome e medo geram desespero... os assaltos são consequência. Temos a insegurança, que por sua vez gera medo, ... e o ciclo fecha-se!

No Verão, a falta de notícias colocou o crime e os assaltos nos jornais. Parece que acabaram! Dos jornais é verdade! Da vida real! E começa a ser comum já termos sido alvo de ou conhecermos alguém próximo que foi!

É uma tendência de fundo alavancada nas alterações de fundo que o mundo vem assistindo pelo menos nos últimos 20 anos.
E o problema é que as alterações de fundo são lentas e difíceis de detectar, como ilustra o pensamento IX.

Sem comentários: