Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2011

Caso Islândia. Teremos a coragem ?

A revista Visão Nº 947 de 28.abr trás uma reportagem sobre a Islândia que recomendo vivamente: "Islândia: falência levou o dinheiro, não a criatividade".

Podem aceder a uma cópia em:
http://www.op-portugal.org/downloads/ArtigoVisao04.2011.pdf

Excelente artigo de reflexão. Tocante. Comovente. Inspirador.

Refundação de baixo para cima, na lógica do Programa de acção política 'acreditar'.

Ponto de partida: acreditar que cada cidadão é capaz (punir quem prevaricar).

Nas palavras do Presidente da República Ólafur Ragnar:

"(...) Estando na vida pública há tanto tempo, nunca tinha visto um debate tão profundo e alargado entre os cidadãos como agora. E provou-se que os cidadãos comuns sabem formar opinião e decidir sobre os assuntos tão complexos. Estou muito feliz, e até orgulhoso dos cidadãos do meu país. Diziam-me que o povo não podia decidir sobre estas questões, porque não tinha conhecimentos. Os cidadãos tornaram-se peritos."

Temos duas hipóteses, grosso modo:
a) …

Programa de Acção Política ACREDITAR

Nota pessoal:
Farto de ver sempre as mesmas ideias, e um velho debate (esquerda - direita, público - privado) que não trás novas ideias nem soluções, decidi escrever um programa de acção política, baseado em novos princípios e que lança ideias fora da caixa para debate e reflexão. É um programa para um década.
(desculpem eventuais erros)

----
"Quando uma crise atinge o seu ponto máximo, pode proporcionar uma enorme oportunidade. Quando as coisas se desmoronam, podemos voltar a conceber, remodelar e reconstruir. Não deveriamos perder esta oportunidade de converter as nossas instituições financeiras [deu diria todas as instituções] em instituições inclusivas."

Muhammad Yunus, A empresa Social, Editorial Presença, 2011, Pag. 15


Este programa tem por base os seguintes princípios:
- vê o cidadão como um ser humano por inteiro
- acredita na capacidade de cada agente social, cidadão ou grupos de cidadãos (e.g. famílias, empresas, organizações)
- é centrado em cada cidadão individual
- dá pre…