terça-feira, 12 de junho de 2012

pessoa, comunidade, organização

Nos últimos meses tenho recebido muita informação nova, conhecido muitas pessoas, muitos conceitos novos, muita energia...

Tenho cada vez mais claro que o conceito determinante dos nosso dias é "acção" e a sua organização (organiza "acção"). A "acção" é a interacção com o que nos rodeia, o que está para além da nossa fronteira (sensasorial) - esta dimensão interior e exterior é constituinte e tem que ser objecto de análise. Agimos ao 'olhar', 'cheirar', 'correr', 'pensar', ...

Cognição é "acção". Conhecer é "acção". Enacting pessoa e seu ambiente. A nossa "acção" é o resultado das múltiplas "acções" nas nossas partes, células, átomos, electrão, ... é o "movimento da vida, o "fluxo de energia", ...

A "acção" humana é organizada em dois domínios fundamentais: na comunidade onde residimos e temos uma ocupação (e.g. trabalho, voluntariado, escola) - comunidade resulta de uma rede de indivíduos que formam famílias (sentido lado) com 1 ou mais elementos; nas organizações com quem nos relacionamos ou onde temos uma ocupação (e.g. sou professor na escola; fui ter uma consulta ao hospital).

Daqui resulta:
- 'pessoa' gera a "acção"
- 'comunidades' e as 'organizações' organizam a "acção"

Estes três conceitos assumem uma importância fundamental e são elementos determinantes na construção social (micro) e logo, de uma nova ordem social.

Nas organizações, novos modelos surgem:
Nas comunidades, novas aproximações:
Nas pessoas, novas perspectivas:
  • Exterior-interior: Empreendedorismo (em particular o defendido pela Saras Sarasvathy)
  • Interior-exterior: Empowerment (e desenvolvimento pessoal, onde incluo o eneagrama, porjecto ZorBuddha ou a SAPANA)
(nota: no sítio dasd ONE Talks - http://www.oneperfectmovement.org/program.html podem encontrar alguns links e palestras sobre o tema)

Nesta dinâmica micro, bottom-up, grassroot, surgem novos métodos de engaging/ thinking:
Na interacção emerge o todo social, o macro, com a sua economia, política, história, ... também aqui começam a emergir novos modelos, como seja nef,  iops, moveOn, ...

Subjacente a... nas bases... nas fundações, temos:
  • Teoria do conhecimento: construtivismo (balão maior que contém o positivismo)
  • Método: sistémico (complicar/ complexidade o outro lado do reduzir/ reducionismo)
  • Pensamento: integral, inclusivo (a pessoa como ser espiritual, artistico, filosófico, científico, biológico, social, económico, cognitivo, ...)
  • Organização: rede (balão maior cujo caso particular é a hierarquia)

2 comentários:

Ron Reis disse...

Bom analyses de accao e uma compilacao de 'accoes' de muito valor.

Obrigado por partilhar :)
Que a tua accao dea muitos frutos.

RonR

Ron Reis disse...

Bom analyses de accao e uma compilacao de 'accoes' de muito valor.

Obrigado por partilhar :)
Que a tua accao dea muitos frutos.

RonR