sábado, 1 de dezembro de 2007

Tudo começou há 200 anos...

A 29.Nov.1807 a corte portuguesa parte para o Brasil.
Tenho para mim que este foi o momento simbólico em que começou a nossa crise de identidade e a nossa insegurança enquanto povo. Os 200 anos seguintes foram de loucos; só para citar alguns momentos históricos:
- Guerra civil (http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_Civil_Portuguesa_%281828-1834%29)
- Regeneração (http://pt.wikipedia.org/wiki/Regenera%C3%A7%C3%A3o)
- Regicídio (http://pt.wikipedia.org/wiki/Regic%C3%ADdio_de_1908)
- Proclamação da República (http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_de_5_de_Outubro_de_1910)
- 1ª República (http://pt.wikipedia.org/wiki/Primeira_Rep%C3%BAblica_Portuguesa)
- Estado Novo (http://pt.wikipedia.org/wiki/Estado_Novo_%28Portugal%29)
- Revolução de Abril (http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_dos_Cravos)

Passámos de país em 4 continentes para país em 1 continente.
Passámos de Monarquia a República.
Passámos de país rural a país urbano.
Experimentamos vários regimes políticos e vários perfis de políticos.
Fizemos várias guerras (algumas, civis).
Fizemos 2 grandes industrializações.
Emigrámos.
Entrámos no projecto Europeu.
Tudo mudou.

Em caricatura:
Durante 50 anos destruímos a elite e a massa crítica do país...
Nos 50 anos seguintes tentámos recuperar...
Nos 50 anos seguintes voltamos a distruir...
Nestes últimos 50 anos criámos, distruímos, e estamos a tentar criar outra vez...

É obra!

Para aprofundar este tema, sugiro:
- Dossier da visão de 22.Nov
- Livro "As Guerras Liberais. Uma Reflexão Estratégica sobre a História de Portugal", José Manuel Freire Nogueira, IDN/Cosmos, 2004 (http://www.fnac.pt/pt/Catalog/Detail.aspx?cIndex=0&catalog=livros&categoryN=Livros&category=historiaPortugal&product=9789727622511)
- Historiador Vasco Pulido Valente (http://pt.wikipedia.org/wiki/Vasco_Pulido_Valente)

Sem comentários: